Blog do Quesada

Arquivo : abril 2013

Santos x Palmeiras, no sábado, é bom senso
Comentários 5

Leandro Quesada

Como defendia nesta coluna, o Palmeiras deveria atuar no sábado no jogo único das quartas-de-final do Paulistão, contra o Santos.

“O bom senso prevaleceu. Eu agradeço o entendimento da Federação Paulista de Futebol”, comemorou o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre.

A delegação do Verdão terá cerca de dezessete horas de viagem ao México, para encarar o Tijuana. A saída está marcada para a noite de domingo e a chegada para a madrugada de segunda-feira, ao território mexicano.

Até o presidente do rival Corinthians, Mário Gobbi, considerou acertada a confirmação do jogo do Palmeiras para o sábado.“O Palmeiras joga terça, dezessete horas de viagem. O Corinthians joga na quarta, depois de duas horas de viagem. Qual argumento eu tenho para atuar no sábado. O bom senso prevaleceu. Se fosse ao contrário, nós jogaríamos no sábado”, defendeu o mandatário corinthiano

20130422-193142.jpg


Palmeiras exigirá clássico com Santos no sábado
Comentários 15

Leandro Quesada

Se o bom senso prevalecer, Santos e Palmeiras se enfrentarão no próximo sábado.

Se o Palmeiras não tivesse a longa viagem para o México, onde jogará pela Libertadores, na terça (dia 30), não há dúvida que o clássico com o Santos, pelo Paulistão, seria disputado no domingo, dia tradicional das grandes partidas de futebol.

Nos bastidores, a direção do Palmeiras já trabalha para que a decisão da Federação Paulista de Futebol seja favorável ao pedido do clube de disputar o duelo no sábado (27). Assim, o time viajaria no domingo. Na terça, o time de Kleina atuará contra o Tijuana pela Libertadores.

O mando é do Santos, então, a Vila Belmiro é o palco do clássico.

Ponte Preta e Corinthians devem atuar no domingo, 16 horas, em Campinas. O técnico Tite disse que gostaria de jogar no sábado.

Os outros dois duelos podem ser no domingo. Um deles, 16 horas, e o outro, 18h30: Mogi Mirim e Botafogo jogam em Mogi. Já o São Paulo recebe o Penapolense, no Morumbi.

O vencedor de São Paulo x Penapolense enfrenta o ganhador de Ponte x Corinthians em uma das semifinais. Na outra chave, quem vencer o confronto Santos e Palmeiras pega o classificado da partida entre Mogi Mirim e Botafogo em outra semi.

20130421-191829.jpg


Conmebol retifica oitavas: Palmeiras joga dia 30 e São Paulo x Atlético, dia 2
Comentários 40

Leandro Quesada

O jogo do Tricolor contra o Atlético Mineiro passou de 1º de maio para o dia seguinte, 2, no Morumbi.

O Palmeiras não jogará mais na semana que vem, dia 25 de abril. As partidas contra o Tijuana serão no dia 30 de abril no México e 14 de maio no Pacaembu.

Boca e Corinthians segue no dia 1º de maio, em Buenos Aires.

O site da Conmebol ainda não publicou as alterações.

*** Depois deste post, mais tarde, a entidade anunciou os confrontos de ida e volta nas oitavas.

20130419-205004.jpg

20130419-205218.jpg


Palmeiras joga dia 25; Corinthians x Boca e São Paulo x Atlético-MG, dia 1º de maio
Comentários 22

Leandro Quesada

As datas dos jogos das oitavas-de-final da Libertadores estão sendo confeccionadas neste momento. A Conmebol deverá confirmar, oficialmente, ainda hoje, todos os duelos da próxima etapa. A entidade, por sinal, tem pouca participação na definição destes confrontos que atendem aos interesses televisivos.

A informação dos bastidores, que eu apurei, indica alguns dos duelos de ida:

O Palmeiras visita o Tijuana, no México, no dia 25 de abril.

No dia 1º de maio, o Corinthians encara em La Bombonera, o Boca Jrs.

Na mesma data, São Paulo e Atlético Mineiro se enfrentam no Morumbi.

Grêmio de Fluminense ainda não foram “encaixados” na tabela. Um deles jogará dia 30 de abril e o outro dia 2 de maio. Os gremistas recebem Santa Fé e os cariocas visitam o Emelec.


Depois de vitória heróica, Ney aponta Atlético como favorito
Comentários 19

Leandro Quesada

Ela veio aos “49 minutos do segundo tempo”, na última partida do Grupo 3, contra o Atlético Mineiro, de Ronaldinho Gaúcho, no Morumbi.

O tricampeão sulamericano superou a campanha pífia, até então, para as tradições são-paulinas, e escapou do vexame da eliminação em uma chave com inexpressivos Arsenal e Strongest. Em seis jogos, o Tricolor venceu dois (Strongest e Atlético), empatou um (Arsenal) e perdeu três (Atlético, Arsenal e Strongest).

Nas dezesseis disputas – contando a atual – o clube do Morumbi foi três vezes campeão, três vezes vice, esteve em três oportunidades entre os quatros primeiros, duas nas quartas e duas nas oitavas. Em outras três campanhas, nos anos de 78, 82 e 87, não avançou.

O time esteve desconectado na ligação da defesa ao ataque em alguns momentos no primeiro tempo. O meio-campo dava espaços na marcação e criava pouco. O São Paulo sentiu as faltas de Jadson e Luis Fabiano. Sem Jadson, o setor de meio-campo foi pobre na criatividade. A ausência de Luis Fabiano tirou a referência do ataque.

Na segunda etapa, o desempenho melhorou. Além da vontade, o time demonstrou a qualidade técnica necessária para virar o quadro.

Eis que Aloísio fica cara a cara com Victor mas é derrubado por Leonardo Silva na área. Rogério Ceni bate e faz 1 x 0. Depois, no lançamento de Ganso, Osvaldo dispara em alta velocidade e passa para Ademilson ampliar, 2 x 0.

São Paulo está classificado. Agora nas oitavas, Tricolor e Galo voltam a se encontrar, primeiro no Morumbi e depois em Belo Horizonte. Ney Franco afirma que o “Atlético é favorito para conquistar o título da Libertadores”.

20130418-174938.jpg


Ney Franco vê Tricolor e Galo no mesmo nível
Comentários 2

Leandro Quesada

Mesmo com uma participação que não condiz com a história do São Paulo dentro da Libertadores, o técnico Ney Franco considera que o Tricolor é forte o suficiente para encarar o Atlético-MG, dono da melhor campanha até aqui no torneio.

“Eu coloco o São Paulo no mesmo nível do Atlético. Não nos consideramos inferiores. No confronto, mano a mano, são equipes equilibradas. É o encontro de forças do futebol brasileiro e em casa temos de fazer valer o mando de campo”, confia.

Mistério na escalação: Indagado por mim sobre a escalação do Tricolor para o jogo desta quarta-feira, contra o Atlético-MG, o técnico Ney Franco explicou: “Para o torcedor não importa quem vai para o jogo. Eu prefiro guardar esta informação neste momento”.

O técnico do São Paulo entende que esconder algumas informações do adversário pode ser um trunfo na tentativa de vencer o Galo.

O time provável é Rogério Ceni no gol; Paulo Miranda ou Rodrigo Caio, Lúcio, Tolói e Carleto; Wellington, Denilson, Ganso e Douglas; Osvaldo e Aloísio.

O Tricolor não terá Luis Fabiano e Jadson, suspensos, e Maicon, contundido.

20130418-175833.jpg


Corinthians desistiu de ‘leilão’ por Dedé
Comentários 60

Leandro Quesada

O campeão sulamericano e mundial esperava o “presente” do grupo DIS. “O acerto era receber Dedé sem custo. O clube pagaria os salários do atleta apenas. E não entraríamos nunca em leilão por nenhum jogador”, revelou uma pessoa do Corinthians.

A promessa era a DIS comprar a parte do Vasco da Gama (45%), totalizando assim 90% dos direitos econômicos do zagueiro.

O Corinthians seria a vitrine para a negociação com o exterior depois da Copa do Mundo. Este foi o motivo para o time paulista nem cogitar a possibilidade de investir alguma cifra na compra de parte dos direitos de Dedé, por entender que jogar em um time com tanta mídia valoriza o “passe” de qualquer atleta.

Dedé queria atuar pelo Corinthians mas o destino será o Cruzeiro. Em Minas o zagueiro receberá salários maiores do que os recebidos no clube do Rio.

O Vasco embolsará cerca de R$ 14 milhões pela venda de 45% dos direitos econômicos de Dedé. O valor será pago pelo Cruzeiro. O cariocas ainda receberão três jogadores por empréstimo até o final do ano.

20130418-174401.jpg


Guarani: Celeiro do futebol em baixa
Comentários 12

Leandro Quesada

A derrota por 4 a 1 sofrida no Pacaembu para o Palmeiras é a tradução exata da perda da força de um dos tradicionais times do Brasil.

O celeiro do futebol brasileiro segue em uma crise sem precedentes. A produção de craques tem diminuído nos últimos anos. Sem dinheiro em caixa, o bugre de Campinas não vê a luz no fim do túnel. Em vez de disputar títulos, agora briga para não cair de divisão. Melancólico momento de um clube que fazia frente aos rivais Palmeiras, Flamengo, Inter, São Paulo, Corinthians e outros tantos.

A rica história do primeiro time do interior campeão brasileiro sofre mais um golpe com o novo rebaixamento. Ano quem vem disputará a série B do Paulistão e nesta temporada a série C do campeonato brasileiro. Pouco para quem esteve na mídia entre os gigantes do futebol nacional.

Bem diferente das glórias do passando não muito distante. O Guarani disputou três finais de Brasileiros (campeão em 78 e vice em 86 e 87) e foi vice do Paulistão duas vezes também. Sucesso que trouxe o reconhecimento no cenário futebolístico nacional e o respeito para fazer parte do Clube dos 13.

No entanto, as más administrações, as malversações do dinheiro e as visões tacanhas afundaram o Guarani.

No Guarani nasceram ou passaram craques e excelentes jogadores, alguns de seleção brasileira e Copa do Mundo. A lista com mais de 40 jogadores mostra a força que o time do Brinco de Ouro já teve:

Careca, Amoroso, Neto, Zenon, Evair, Luizão, Jorge Mendonça, Ricardo Rocha, Júlio César, Edilson, João Paulo, Djalminha, Amaral, Edmar, Renato, Lucio, Mauro Silva, Zé Carlos, Miranda, Edson, Capitão, Bozó, Gomes, Neneca, Paulo Martorano, Tião Macalé, Hilton Vaccari, Oswaldo, Ziza, Mauro, Paulo Isodoro, Marco Antônio Boiadeiro, Tosin, Sérgio Nery, Ailton, Tite, Elano, Martinez, Alex, Paulo André, Edu Dracena e Jonas.

Hoje os craques não estão mais no Bugre e as conquistas fazem parte da história.

20130414-181732.jpg

20130414-181811.jpg

20130414-182153.jpg

20130414-182405.jpg

20130414-182623.jpg


Final espanhola em Wembley é o meu palpite
Comentários 25

Leandro Quesada

Que os germânicos me perdoem mas com os duelos das semifinais da Champions League definidos, eu arrisco o palpite para a grande final: Barcelona e Real Madrid, no dia 25 de maio, em Londres.

Final para “inglês ver”. E nós também, claro.

Os jogos de ida das semifinais da Liga dos Campeões serão realizados nos dias 23 e 24 deste mês. As partidas de volta, dias 30 de abril e 1º de maio.

Bayern Munique e Barcelona jogam na Alemanha e depois na Espanha. Borussia Dortmund e Real Madrid duelam também em terras alemãs e depois decidem em território espanhol.

Juntos, os quatro têm dezoito títulos em 57 edições da Champions League: Real soma nove conquistas, Barça quatro, Bayern quatro e Borussia uma.

20130412-084430.jpg


Na raça, Palmeiras de Kleina avança na Libertadores
Comentários 9

Leandro Quesada

Mais uma vez a falta de qualidade foi compensada por uma vontade inigualável. O Palmeiras de Kleina é pura raça. Raçudo, cheio de garra e seguro. E assim, o time avança na Libertadores. Se no campo, todos se superam, nas arquibancadas sobre o apoio incondicional de uma grande torcida que vem sofrendo nos últimos tempos.

Campo, arquibancada e banco de reservas estão em sintonia no Verdão. No banco está Gilson Kleina. Ele pegou a “bomba” que explodiria nas mãos, caiu com o time e agora dá a volta por cima. Kleina tem muitos méritos nesta recuperação e a diretoria, também, ao mantê-lo no cargo, após a derrota para o Mirassol.

A reviravolta palmeirense começou contra o Tigre e teve o objetivo confirmado nesta noite de quinta diante do Libertad. Com os resultados dos últimos dois jogos, o Verdão ratificou a vaga nas oitavas de final do torneio. As vitórias sobre argentinos e paraguaios encerram a desconfiança da torcida.

O Palmeiras está lá. É o terceiro brasileiro classificado. Os outros dois são Atlético-MG e Corinthians.

A última meta é manter a primeira posição do grupo, no duelo contra o Sporting Cristal, em Lima, no Peru.

“O Palmeiras é muito grande”, disse Kleina. O técnico tem razão depois do que vimos nesta noite, no Pacaembu, onde o Verdão mostrou a força dele.