Blog do Quesada

Arquivo : maio 2012

Advogada de Ronaldinho é hostilizada em aeroporto
Comentários 6

Leandro Quesada

Minutos antes de embarcar no Rio de Janeiro para São Paulo, a advogada Gislaine Nunes, em entrevista à rádio Bandeirantes pediu para desligar o telefone e encerrar a entrevista: “Estou sendo ameaçada aqui no aeroporto Santos Dummond. Torcedores querem tirar satisfação. Eu preciso desligar agora”. 

A advogada confirmou que o meia-atacante “não joga mais no Flamengo, depois da rescisão de contrato confirmada”.

Embora não divulgue, publicamente, Gislaine Nunes confirmou que “Ronaldinho cobrará os valores que estão sendo noticiados”, ou seja, cerca de 40 milhões de reais referentes ao atraso de salários, FGTS e direitos de imagem.


And the Oscar goes to… Inter
Comentários 21

Leandro Quesada

Oscar é do Internacional.

Com o fim da novela, todos ganham. O Inter contrata o atacante, o São Paulo recebe uma “bolada” e Oscar permanece onde deseja.

O São Paulo fez um excelente negócio se levarmos em conta a vontade de Oscar de não voltar ao
Morumbi e o valor do negócio, maior que a multa rescisória estabelecida no contrato.

O Inter pagará 15 milhões de reais ao tricolor. A multa de rescisão era de 9 milhões de reais. “Fizemos um negócio muito bom. O São Paulo receberá mais do que o valor da multa do contrato”, afirmou João Paulo de Jesus Lopes.

O vice-presidente são-paulino salientou que o desfecho foi o melhor possível: “Todos se deram bem. Nenhuma parte perde nesta negociação”.


Desafios do futebol feminino no Brasil
Comentários 5

Leandro Quesada

No dia 17 de julho, as meninas do Brasil embarcam para a terra da Rainha. Em Londres, elas buscarão a inédita medalha de ouro do futebol (sonho também compartilhado pelos rapazes).

A tal medalha terá um valor maior que o próprio ouro por conta do certo abandono vivido pelo futebol feminino no Brasil. 

Os clubes tradicionais do futebol investem pouco ou quase nada nas mulheres que praticam o esporte mais popular do mundo.

O Santos vinha se destacando com as “sereias da Vila” mas cortou os investimentos e encerrou as atividades.

Com apoio da importadora Casa Flora, uma das maiores da América Latina, a camisa do Corinthians foi patrocinada pela vinícola chilena Santa Carolina. Um dos donos, o empesário Adilson Carvalhal Junior, me contou que o clube conduziu sem carinho a parceria, o que afastou a empresa do futebol. Foi o “case” de como não fazer a coisa virar.

A secretaria municipal de esportes de São Paulo adotou a ideia de investir nas moças assim que o time feminino do Santos foi fechado. O Centro Olímpico, em uma ação do secretário Bebeto Haddad, com a ajuda de quatro patrocinadores (Marabraz, Liderrol, Interativa e AS Engenharia e Construção) montou a equipe que já está na final da Copa do Brasil contra o São José. Bebeto “passou” a mão no telefone e apresentou o projeto aos investidores. Simples, não?!

Jogadoras como Erika, Maurine, Debinha e Gabi foram contratadas, seguem jogando e mantendo a forma para ajudar a seleção em Londres.

Lusa, São José, Juventus, XV de Piracicaba, Vasco, Vitória-PE e Foz Cataratas são o clubes que emprestam jogadoras ao time brasileiro.

A bela Erika, por sinal, em entrevista comigo, elogiou o apoio da prefeitura paulistana. Ela me retratou a situação do futebol das meninas do Brasil. Os salários mais altos não ultrapassam a quantia de 5 mil reais, uma realidade bem diferente do futebol masculino.

Manter um time de futebol feminino não custa tanto e a mídia é excelente. A Band tem ótima audiência quando mostra os jogos das meninas com 8, 9 e 10 pontos de Ibope, por exemplo. O interesse do público é enorme e o retorno para as empresas que associam a marca ao futebol das moças é considerável.


Na Libertadores e Copa do Brasil, times abandonam Brasileirão
Comentários 14

Leandro Quesada

A empolgação dos classificados nas Copas do Brasil e Libertadores coloca o Brasileirão em segundo plano neste instante.

Corinthians e Santos mentalizam os duelos que virão nas semifinais do torneio sulamericano. Não poderia ser diferente. Vasco e Flu ainda sentem na pele o amargo desfecho, mas os vascaínos já mostram a reação e lideram o Brasileirão com seis pontos.

Na Copa do Brasil, quatro times “só pensam naquilo”. O caminho mais curto para alcançar a vaga na Libertadores 2013 deixa Palmeiras, São Paulo, Grêmio e Coritiba concentrados também na semi.

Como o campeonato brasileiro começa cedo por ser muito longo, as equipes que avançam na Copa do Brasil e na Libertadores, geralmente, “abandonam” a competição no início da disputa, baseadas na estratégia de que mais adiante é possível ganhar o tempo perdido.

Engano! A prioridade pode custar caro. Pontos preciosos são perdidos agora e depois estes times sofrerão lá na frente na hora de tentar recuperá-los.

A preocupação parece exagerada quando analisamos uma competição que tem 38 rodadas, mas ao observarmos a campanha do Santos no BR 2011, reforçamos a tese de que deixar para “depois” é uma aposta equivocada. Já campeão da Libertadores, o peixe tentou reagir mas já era tarde.

O Vasco, no entanto, quebrou a tese no ano passado, ao ganhar a Copa do Brasil e brigar pelo título do Brasileirão até a última rodada.


Santos e Corinthians fazem “final” antecipada
Comentários 88

Leandro Quesada

Dois dos favoritos ao título da Libertadores se enfrentam na semifinais da Libertadores. Semi com cara de decisão, histórica, dramática, cardíaca e imperdível. 

Corinthians e Santos medem forças na tentativa de chegar ao título. O Timão pela primeira vez e o Santos para alcançar o quarto troféu.

Os dois jogos entre Santos e Corinthians comprovam a boa fase destes times que nas últimas três temporadas estão entre os melhores. 

Os dois rivais encontrarão, justamente, os oponentes mais fortes até aqui.

A classificação Santos foi tão dramática quanto a do Corinthians. Nos pênaltis, o Santos venceu o Velez Sarsfield, na Vila Belmiro, depois de devolver nos 90 minutos a derrota na Argentina por 1 x 0.

Em dois jogos, o atual campeão da Libertadores não se apresentou bem. 

O futebol brasileiro garante mais uma vez a participação na finalíssima da Copa Libertadores. E tudo levar a crer contra o argentino Boca Jrs, favorito na outra semi.


Corinthians no suor, na raça e no sofrimento
Comentários 22

Leandro Quesada

O Corinthians está na semifinal da Libertadores da América.

E pra chegar lá, o Timão sofreu com uma atuação de pouca técnica mas com muita vontade, suor e raça.

Dizer o óbvio aqui é inevitável: mais uma vitória com o quesito sofrimento já comum na história deste centenário Corinthians paulista.

O time de Tite mandou bola na trave, errou nos passes, falhou na marcação, executou mal os chutes e teve no lance crucial do arremate de Diego Souza a chance de continuar vivo no jogo. 

Este lance foi marcante. O lateral Alessandro perdeu a bola e deu o contra-ataque para Diego Souza. O meia vascaíno avançou para o campo de ataque e ficou cara-a-cara com o goleiro corinthiano, que por sua vez fez uma defesa sensacional e inacreditável. 

Se não bastasse tudo isso, Tite foi expulso por reclamação. O técnico admitiu o erro: “Não vou reclamar mais. Não deveria estar alí”. Tite, em cena inusitada, foi para a arquibancada e depois ficou colado no alambrado do Pacaembu, onde dava instruções aos jogadores. Em alguns momentos, Tite se confundia no meio da fiel torcida.

Aos 43 minutos do segundo tempo, Alex cruza na área para Paulinho de cabeça marcar o gol da classificação. 

O Corinthians deu um grande passo para chegar ao título. Faltam quatro jogos apenas. Na semi virá Santos ou Libertad do Paraguai ou Universidad de Chile. Uma certeza fica: sobra disposição mas é necessário se apresentar melhor para alcançar o maior sonho que é a conquista da Libertadores, pela primeira vez na história.


Drogba tem proposta de 12 mi euros da China
Comentários 8

Leandro Quesada

Quem quiser concorrer na disputa pelo futebol do atacante da Costa do Marfim terá de desembolsar mais do que a bagatela citada no título deste post.

Um time chinês, o Shangai Shenhua, ofereceu 12 milhões de euros livres de impostos. Ou seja, os valores serão maiores ainda para contar com o goleador.

A informação é importantíssima para os clubes brasileiros que ficaram sabendo da saída de Drogba do Chelsea, após o encerramento do contrato com os ingleses e, mesmo que por alguns minutos de devaneio, sonharam com tal reforço.

O jogador africano exigia a confecção de contrato por duas temporadas, enquanto o time londrino oferecia apenas um ano de vínculo.

Se o “negócio da China” sair, Drogba será companheiro do francês Anelka, ex-colega de Chelsea.


Leão não mordeu a isca
Comentários 19

Leandro Quesada

Juvenal Juvêncio pensou que Leão é peixe mas Leão é Leão.

Ao passar por cima da decisão do técnico e decidir pelo afastamento de Paulo Miranda, o presidente do São Paulo achou que Leão ficaria furioso e provocaria alguma briga que culminasse na saída do cargo.

Ledo engano do mandatário são-paulino. Leão não mordeu a isca. Ao contrário, engoliu o sapo, segurou a “bronca” e apostou na permanência dele que poderá render a Copa do Brasil inédita, na galeria de conquistas do tricolor. 

Ah! Paulo Miranda foi o “boi de piranha” desta história.

Depois do episódio, o mal-estar tomou conta da relação do técnico com a cúpula de futebol. Tudo errado no relacionamento que deve ser marcado pela sintonia, respeito e confiança. Se faltar um destes preceitos, o risco de não dar certo aumenta. No caso de Leão e São Paulo talvez não exista mais estes mandamentos citados.

Em breve, a ligação profissional entre os dois lados ficará insustentável.


Paulistas estreiam sem vitórias no BR 2012
Comentários 3

Leandro Quesada

A primeira rodada do campeonato brasileiro de 2012 foi cruel com as seis equipes do estado de Sao Paulo. Nenhuma vitória! Ainda é muito cedo para projetarmos os caminhos destes paulistas no Brasileirão, mas algumas dicas foram dadas. Corinthians e Santos são fortes quando escalados com os principais jogadores. Os reservas não seguram a “bronca”. O Palmeiras sente muito os desfalques de Marcos Assunção e Valdivia. O São Paulo, a Lusa e a Ponte jogaram com o que têm de melhor, fracassaram e deixaram todos com a pulga atrás da orelha.

Palmeiras e Portuguesa empataram no Pacaembu, ainda no sábado, em jogo morno. A Lusa e o Verdão deixaram as torcidas preocupadas com a baixa qualidade das respectivas equipes. A do Canindé deve ficar atenta com o risco de rebaixamento outra vez e a da Academia com as poucas chances de conquistar título ou vaga na Libertadores, se o produto final não melhorar, consideravelmente.

O Corinthians reserva decepcionou contra os cariocas do também reserva Fluminense. Depois do primeiro tempo com muita disposição, o time de Tite errou passes, chutou sem mira e mostrou-se displicente. Os titulares foram guardados para o duelo com os vascaínos na Libertadores. Final da história: Flu 1 x 0.

A pior participação paulista foi a do Sao Paulo no Rio. O tricolor teve a vitória na mão com 2 x 1 no placar contra o Botafogo. A estrela de Herrera, no entanto, brilhou e o argentino, autor de três gols , ajudou o Fogão a vencer por 4 a 2.

A Ponte Preta tomou o tombo em casa. Mesmo no Moisés Lucarelli, a macaca foi derrotada pelo Atlético-MG.

O Santos sem Neymar, Ganso e cia. não passou de um empate sem gols com o Bahia, em Salvador.


Chelsea subverte lógica na conquista da Champions League
Comentários 8

Leandro Quesada

Os ingleses tiveram inúmeros obstáculos ao longo da disputa da grandiosa competição européia de clubes. Pedras que transformaram o caminho para o sucesso em um verdadeiro calvário. 

Motivos não faltaram para dificultar a conquista pela primeira vez do pomposo torneio de clubes do velho continente.

No futebol caseiro – campeonato inglês – uma campanha muito criticada por torcedores e jornalistas. A faixa etária avançada dos jogadores era apontada como fatal para o insucesso na temporada.

A troca do técnico português Vilas Boas pelo italiano Di Matteo, ainda sem expressão no cargo, era um empecilho no objetivo de levantar a Champions League.

Antes de todas as dificuldades da própria decisão, a equipe londrina por pouco não é eliminada pelo Napoli, nas oitavas. Depois disto encontrou o melhor time do planeta, o Barcelona e, em vez de estremecer, os blues foram para a final em Munique.

No estádio, na cidade e no país do rival Bayern, o Chelsea tinha um cenário aterrador. O último muro para ultrapassar. Tudo e todos contra. Equipe desfalcada, sem Ramires, por exemplo, herói da classificação contra o Barça, Alianz Arena abarrotado de germânicos, a deliciosa cerveja Hofbräu München na geladeira e a rivalidade anglo-alemã enaltecida neste duelo, transformaram o ambiente favorável aos Bávaros.

No jogo, primeiro foi o gol sofrido, depois o empate. Momento crucial no pênalte feito por Drogba e defendido pelo gigante Cech.

Na disputa final de pênaltes, o time da terra da Rainha, reverteu o placar de 3 x 1 e levou pela primeira vez na história a tão cobiçada taça da Champions League.

Dizem que com sofrimento, o valor das coisas aumenta, mas não precisava ser tão difícil, complicado e suado como foi para os novos campeões da Europa. 

O investimento de mais de 1 bilhão de euros feito pelo magnata russo Roman Abramovich, finalmente, transformou um time médio da Inglaterra em dos grandes da Europa. Dinheiro neste caso fez muito bem e deu resultado.