Blog do Quesada

Arquivo : julho 2012

Riquelme foi oferecido “pra todo mundo”
Comentários 23

Leandro Quesada

Flamengo, Santos, Cruzeiro, São Paulo e Palmeiras foram sondados ou sondaram o craque argentino. Os empresários de Riquelme insistiram com os clubes brasileiros para confeccionar o último bom contrato para o cliente. Não tiveram sucesso.

Os salários de Riquelme girariam em torno de 500 mil reais mensais.

O Palmeiras – que descartou o astro – tinha como alvo o atacante Mouche também do Boca Jrs.

Com o Cruzeiro, a porta de entrada era o ex-lateral do clube, Sorín, que intermediava a negociação.

Riquelme entrou na pauta do Grêmio depois da confirmação da vinda do uruguaio Forlán para o eterno rival Inter.

O Flamengo buscou o reforço argentino e explicou que o negócio não saiu por medo do veterano de encarar a pressão da torcida flamenguista.

O Santos foi a última tentativa. Ontem, no dia de fechamento da janela de transferências, Riquelme foi oferecido ao time da Vila Belmiro.

A corrida contra o tempo para fechar o negócio, a idade (34 anos), o alto salário, as condições do trabalho e a marra do do jogador foram motivos que travaram a possível aquisição.

West Ham e Bolton da Inglaterra, Villarreal da Espanha e clubes dos Emirados e do Catar manifestaram o desejo de contar o talento do futebolista argentino.

20120721-171806.jpg


Situação e oposição discutem a permanência de Felipão
Comentários 31

Leandro Quesada

Como as eleições no clube ocorrem apenas em janeiro de 2013, seria um enorme risco definir o técnico às vésperas do início da temporada. Deixar para o próximo ano a definição da continuidade de Felipão ou a vinda de outro treinador seria um desmazelo.

O planejamento deve começar agora para as disputas do Paulistão e , principalmente, da Libertadores.

A ideia do conselheiro Mauro Marques é que o presidente Arnaldo Tirone discuta com os possíveis candidatos ao posto de mandatário, a sequência do trabalho de Luis Felipe Scolari. Alguns encontros informais têm como tema principal a situação do técnico campeão da Copa do Brasil.

Todos deixariam de lado as vaidades e pensariam no mais importante: o futebol do Palmeiras.

Felipão e o time dele (Murtosa, Galeano e César Sampaio) iniciariam com antecedência o plano de trabalho, com a contratação de reforços ainda neste ano e a definição de quem permanece no atual elenco.

Traduzindo: o importante é decidir o mais rápido o nome do técnico (no caso Felipão), sem esperar a definição do nome que dirigirá o clube a partir do ano que vem (Tirone ou outro presidente).

Sites de torcedores defendem a campanha “Fica Felipão”. Esta postura pode contribuir para o acerto com o técnico pentacampeão do mundo.

20120719-211524.jpg


“Lucas faz falta”, reclama Luis Fabiano
Comentários 18

Leandro Quesada

Irritado com a derrota por 1 x 0 para o Vasco, o artilheiro reclamou das poucas chances que o time criou no jogo.

“Não está fácil a bola chegar”, desabafou o camisa nove.

A ausência do colega que está na seleção brasileira, em Londres, foi sentida: “O Lucas faz falta, claro. Sem desmerecer ninguém mas com ele é diferente”.

Luis Fabiano teve apenas uma chance no final do segundo tempo. Ele chutou para fora. “A coisa está feia e do jeito que está vai ficar pior”, avisa.

As vaias da torcida também incomodam o goleador do tricolor. “Já estou acostumado”, ironizou.

Veja tudo no UOL esporte.

20120718-235923.jpg


Felipão decide futuro depois das eleições
Comentários 38

Leandro Quesada

A resposta sobre a permanência do técnico pentacampeão no Palestra vai esperar até janeiro de 2013, quando acontecem as eleições para presidente do clube.

O técnico palmeirense mudou a postura anterior em que anunciava a saída do clube no final do ano.

Felipão avisa: “Eu quero dizer para a oposição que não se preocupe. Não vou renovar o contrato até que o novo presidente seja eleito e diga que quer contar comigo. Para os corneteiros eu digo que não serei uma imposição para o próximo presidente”.

O desabafo do treinador campeão da Copa do Brasil se explica pelas críticas que sofreu de conselheiros e torcedores nestes dois anos sem títulos.“Eu aguentei, fiquei dois anos… Eu engoli o sapo que outros não engoliram. Não pedi para ir embora e abri mão da multa. Quero que a torcida saiba e entenda. Podem me criticar pelos dois anos que não ganhei nada mas outros passaram por aqui, picaram a mula e deixaram a confusão”.

Felipão concedeu entrevista exclusiva ao Esporte em Debate, programa que eu apresento de segunda à sexta, as 20hs, na rádio Bandeirantes.

20120718-233759.jpg


No PSG sobra dinheiro e sonhos ficam fáceis
Comentários 4

Leandro Quesada

Como é possível transformar sonhos em realidade no mundo do futebol quando dinheiro não é problema. Ao contrário, para os franceses do Paris Saint-Germain, a grana é a solução para montar um “timaço” competitivo para disputar a Champions League e ganhar a Europa.

Os parisienses gastaram 24 milhões de euros para ter o sueco Ibrahimovic e 41 mi pelo brasileiro Thiago Silva, as mais recentes aquisições. Sem contar os salários dos dois jogadores.

Hoje o Paris Saint-Germain é o décimo clube mais rico do mundo graças ao grupo Qatar Sports Investiments dos Emirados Árabes. Os investimentos de 50 milhões de euros permitiram a compra de 70% das ações do PSG. Dono de uma incrível visão para mídia e esportes, Nasser Al-Khelaifi, presidente do grupo, é o responsável por esta reviravolta no futebol francês. Nasser é um dos donos do canal de TV Al Jazeera.

O dinheiro do Qatar Investiments colocou o clube francês na condição de realizar grandes contratações.

A montagem da equipe começou no ano passado com a vinda do meia argentino Pastore, do Napoli, mas sem retorno com títulos. Também do Napoli veio outro argentino, o atacante Lavezzi. O PSG tem o uruguaio Lugano e os brasileiros Alex (ex-zagueiro do Santos e Chelsea), Maxwell (ex-lateral do Barcelona), Thiago Motta (volante naturalizado italiano) e Nenê (ex-meia do Palmeiras e Santos). O volante Sissoko de Mali, ex-Liverpool e Juventus é mais uma das estrelas da cia. Os franceses Camara e Ménez são outros destaques.

Administrado por Leonardo, lateral que fez história no próprio PSG, Flamengo, São Paulo, Milan e seleção brasileira, o time de Paris tenta alcançar o status de grande vitorioso nos próximos anos.

O técnico é o ex-colega de Leonardo no Milan, o italiano Carlo Ancelotti.

O PSG disputará a Champions League 2012/13 e para chegar ao jogo final em Wembley terá de passar por um árduo caminho que tem Barcelona, Real Madrid, Chelsea, Manchester United, Bayern de Munique, Milan, Juventus entre outros fortes candidatos.

20120717-172215.jpg


Proposta do Manchester United por Lucas foi baixa
Comentários 60

Leandro Quesada

Os ingleses foram os “únicos que apresentaram proposta por Lucas”, como confirmou João Paulo de Jesus Lopes. “O resto não passa de boato”, completou.

O diretor de futebol do São Paulo não revelou os valores oferecidos mas disse que “ficaram abaixo do esperado pelo tricolor”.

O Manchester United ofereceu cerca de 33 miilhões de euros pelo jovem atacante, quantia recusada pelo clube do Morumbi. Não será desta vez que Lucas atuará em Old Trafford.

A multa de rescisão do contrato do atacante é de 80 milhões de euros.

O Sao Paulo espera a valorização de Lucas com a seleção brasileira na disputa dos Jogos Olímpicos de Londres.

20120715-214900.jpg


Corinthians mantém Paulinho; Russos estão furiosos
Comentários 75

Leandro Quesada

Este blogueiro informou a venda de Paulinho por 8 milhões de euros ao CSKA de Moscou. E de fato estava tudo encaminhado. Faltava a assinatura definitiva do contrato, algo que aconteceria após o encerramento da Libertadores, para evitar cobranças sobre o jogador, envolvido com as finais.

Tudo acertado pelo empresário de Paulinho, o ex-jogador Bernardo, e os principais donos do “passe”, o Grupo Pão de Açúcar, com o conhecimento do banco BMG.

A parte mais importante, no entanto, não havia sido consultada. O Corinthians, dono de 10% dos direitos econômicos, ficou sabendo pela imprensa da negociação. Além de não ser ouvida, a cúpula de futebol discordou dos valores da transferência. Apenas 800 mil euros ficariam nos cofres do Timão.

Os russos davam como certa a aquisição mas cometeram um erro fatal ao não negociar, diretamente, com o Corinthians. A Fifa não considera negociações sem a participação dos dois clubes, o vendedor e o comprador.

O CSKA convocou o empresário Jorge Machado para traçar os últimos detalhes. Com o “não” do Timão, os moscovitas pensaram em acionar a Fifa. Eles foram demovidos da ideia, pois poderiam ser acusados de assédio sobre Paulinho, já que não conversaram com o Corinthians.

Outra proposta, mais tentadora, a da Inter de Milão, não mudou o curso da história.

É natural que o Pão de Açúcar e o BMG tentassem negociar o volante. Como também é natural a firmeza corinthiana em manter um dos melhores jogadores do elenco.

Bola dentro da diretoria corinthiana com a permanência de Paulinho e, também, a de Ralf no elenco.

20120713-212426.jpg


Com Tirone reeleito, Felipão fica
Comentários 26

Leandro Quesada

“Depende do Felipão mas não vamos amarrá-lo aqui. Acho que ele vai entender que é melhor ficar, pois a partir de agora tem uma nova motivação. Talvez Felipão queira saber quem será o presidente. Comigo ele fica e eu sou candidato”, acredita Arnaldo Tirone, presidente do Palmeiras.

As eleições no Palmeiras serão realizadas em janeiro do ano que vem.

Felipão, reforços e paz política são as prioridades de Tirone depois da conquista da Copa do Brasil e a volta para a Libertadores.

“Nós teremos maior tranqüilidade nos setores políticos com o título da Copa do Brasil mas não podemos fazer campanha ruim no Brasileirão”, exige o mandatário.

No quesito reforços, o presidente do Palmeiras, admite que “o Palmeiras, assim como os outros times brasileiros, também é limitado. Wesley já já volta, Obina está chegando e mais dois reforços virão”.

Tirone promete manter alguns jogadores do elenco. “Vamos renovar com Thiago Heleno. Eu quero que Marcos Assunção fique. Valdivia está motivado para continuar e jogar a Libertadores”, explica.

20120712-211006.jpg


Quando ressurge o alviverde imponente…
Comentários 22

Leandro Quesada

… com Luis Felipe Scolari.

Doze anos sem conquistas nacionais foram acompanhados por dores, derrotas, quedas e tristezas. Poucos momentos de felicidade, pouquíssimos. Brigas políticas, administrações confusas, contratações razoáveis, relacionamentos ruins entre técnicos, jogadores e dirigentes detonaram a força e o ambiente de um dos grandes clubes do futebol mundial.

O Palmeiras teve como maior adversário o próprio Palmeiras neste período.

A partir de agora o Verdão ressurge no cenário brasileiro com o título da Copa do Brasil. Leva a taça pela segunda vez, se garante na Libertadores do ano que vem, recupera o tempo perdido, ergue a auto-estima e traz de volta ao torcedores o sentimento de que “aqui é Palmeiras”.

Como a torcida palmeirense não leva em conta a conquista da série B em 2003, foi com a Copa dos Campeões de 2000, em Maceió, o último momento vitorioso. Com Sérgio, Neném, Agnaldo, Paulo Turra, Galeano Fernando, Lopes, Basílio, Pena e Asprilla em campo e Murtosa, fiel escudeiro de Felipão, no banco.

Outros palestrinos consideravam apenas a conquista mais relevante, a de 99, na Libertadores, com Felipão e São Marcos, fato que aumentava o jejum de títulos de grandeza internacional.

Eis que com Felipão, o velho e eterno mestre, o alviverde ressurge imponente. O Palmeiras renasce com Felipão. O técnico volta ao topo com o Palestra. Felipão mostra que não está ultrapassado ao conduzir uma equipe com limites mas com garra de sobra.

Foi a conquista de Felipão, de Bruno, o melhor goleiro da competição, do zagueiro-volante Henrique, de São Marcos Assunção, de César Sampaio que trouxe a paz ao elenco, do desconhecido Betinho, de Arnaldo Tirone, o presidente criticado, injustamente, por todos os insucessos dos últimos dez anos.

Que os bons ares desta glória tragam melhores ideias e pensamentos, reforços consideráveis e investimentos mais inteligentes para o futebol. Afinal, no ano que vem tem Libertadores, palestrinos! Avante Palestra!

20120712-015934.jpg


Presidente do Coritiba descarta esquema pró-Palmeiras
Comentários 41

Leandro Quesada

Às vésperas da decisão da Copa do Brasil, o presidente Vilson Ribeiro de Andrade (foto), desmentiu qualquer declaração insinuando favorecimento ao Palmeiras.

“Se tivesse esquema, deixaria o futebol na hora. Jamais faria tal acusação”, diz Vilson Ribeiro.

“Em nenhum momento eu declarei que o Palmeiras tivesse sido beneficiado pela arbitragem no primeiro jogo em Barueri. Eu reclamei do árbitro apenas pela má atuação”, completou.

O zagueiro Pereira do Coritiba afirmou que o fato da Kia patrocinar a Copa do Brasil beneficiaria o Palmeiras, que também estampa a marca sul-coreana na camisa. “Pereira não fala em nome do clube e não deveria ter dito nada. Já conversamos com ele para evitar estas declarações”, cobrou o presidente.

Wilton Sampaio apitou o primeiro jogo, em Barueri. Sandro Meira Ricci dirige a final da Copa do Brasil, em Curitiba.

20120710-210848.jpg