Blog do Quesada

Arquivo : abril 2012

SanSão na semi; Campinas, em alta, elimina Corinthians e Palmeiras
Comentários 16

Leandro Quesada

Ponte Preta e Guarani farão um dos duelos da semifinal do Paulistão. Gilson Kleina e Vadão reafirmaram os bons trabalhos como técnicos dos dois times da cidade de Campinas e tiraram os favoritos Corinthians e Palmeiras.

Com o pensamento na Libertadores, talvez, o Corinthians destoou e não avançou para a semi do Paulistão. O curioso é que na última rodada o Timão havia vencido a Ponte sem alguns reservas no Moises Lucarelli. Agora com o time completo veio a derrota no Pacaembu. Vai entender!

Em Campinas, o Palmeiras não apresentou nada de diferente, depois de dois treinos fechados na semana e a concentração total em Atibaia. Ao contrário, mostrou os mesmos erros das últimas partidas, principalmente, a desatenção do sistema defensivo e as reclamações com a arbitragem. E perdeu outra vez para o Bugre em Campinas.

Nos jogos no Pacaembu e Brinco de Ouro, os goleiros Júlio César e Deola tiveram atuações infelizes. No entanto, eles não devem ser os únicos culpados pelas eliminações.

São Paulo e Santos fizeram prevalecer as forças que têm e passaram por Bragantino e Mogi Mirim, respectivamente.

Sao Paulo e Santos jogam no Morumbi. Guarani e Ponte no Brinco de Ouro.


Queda do Barça e ascensão do Real
Comentários 25

Leandro Quesada

Os imponentes merengues foram ao Camp Nou, viram e venceram o time catalão.

Às vésperas dos jogos de volta da Champions League contra alemães e ingleses, os espanhóis se digladiaram pelo campeonato nacional. 

Duelo fora de hora que aumenta a pressão sobre os comandados de Pep Guardiola.

O Real Madrid sai por cima, alivia a derrota para o Bayern e chega com moral para o jogo com o Bayern de Munique.

O Barcelona caiu, ficou distante do título espanhol e agora junta os cacos no confronto com o Chelsea de Drogba.

Os próximos dias podem marcar a queda um (Barcelona) e o ressurgimento de outro (Real Madrid) no cenário europeu.


Quem manda no futebol brasileiro é a TV
Comentários 31

Leandro Quesada

Não vamos ser hipócritas. O futebol depende da TV. Quem contraria este pensamento?

Os times choram a toda hora por causa dos horários dos jogos, por exemplo. Dez da noite de quartas e quintas ninguém merece. Domingos, 18h30, idem. Em breve, 21 horas aos sábados.

As TVs avisam, antes da assinatura dos contratos com os clubes, que podem marcar as partidas nos horários que interessam para as “grades” de programação.

Os presidentes aceitam, assinam e depois, reclamam. Aí está o ponto chave da discussão. Com o dinheiro das TVs, os clubes já encontram várias dificuldades, sem a grana estariam perdidos.

É óbvio que o ideal seria o Santos não jogar já nesta quarta pela Libertadores, com a possibilidade de pegar o São Paulo  na semi do Paulistão na seqüência e com tempo curto para definir a logística de viagem para a Bolívia. Mas no futebol nem sempre o ideal é possível.

O Santos é uma das grandes atrações do futebol. O Santos paga pela eficiência como lembrou Muricy Ramalho. É natural que os interesses por Neymar, Ganso e cia. coloquem o time da Vila Famosa na mira da audiência das emissoras de televisão. 

O bom senso seria bem aplicado neste caso. Então, voltamos ao velho e surrado tema calendário de futebol brasileiro. Entra ano, sai ano, a discussão prossegue mas não leva a nenhuma mudança concreta para amenizar os efeitos nocivos. São muitas competições que reduzem a preparação, a recuperação e a manutenção dos jogadores.


Medalha de ouro em Londres garante Mano na Copa de 2014
Comentários 15

Leandro Quesada

O presidente da CBF, José Maria Marin, em entrevista à rádio Bandeirantes, condicionou a permanência de Mano Menezes no comando da seleção brasileira, desde que conquiste o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de Londres. 

“Não é apenas a seleção brasileira, mas em qualquer equipe do Brasil. O que segura são os resultados. Não é o Marin que garante e sim os resultados. Se algum dia tiver que tomar uma atitude de dispensá-lo, Mano será o primeiro a saber”, afirmou Marin.

“Não vou intervir na convocação dos jogadores ou na escalação da seleção. Quem resolve isto é o Mano e o Andrés Sanchez”, promete.

Durante o Jornal Gente**, Marin concordou com a necessidade da seleção brasileira jogar mais vezes no Brasil e menos em Londres, Oslo e outra cidade européia. O dirigente admite, no entanto, que os contratos anteriores devem ser respeitados: “Não posso quebrar os contratos assinados com o risco de multas pesadas. Seria um prejuízo para a CBF. Vamos jogar em Goiânia contra a Argentina”.

** O Jornal Gente da rádio Bandeirantes vai ao ar, de segunda à sábado, das 8h às 10h, com José Paulo de Andrade, Salomão Ésper, Joelmir Beting e Rafael Colombo


Corinthians quer acabar com a ‘maldição’ do primeiro lugar
Comentários 4

Leandro Quesada

Em dez participações na Libertadores da América (contando a atual), o Corinthians terminou sete vezes, a fase de grupos, na primeira colocação. Isto aconteceu nas edições de 96, 99, 2000, 03, 06, 10 e agora em 2012.

Na penúltima, em 2010, dono da melhor campanha geral, a equipe de Mano Menezes com o craque Ronaldo, parou nas oitavas diante do Flamengo de Adriano.

Para o Corinthians não significa muito, historicamente, a campanha melhor na fase classificatória.

A propósito, a partir das oitavas, é uma outra Libertadores, com o mata-mata.

O técnico Tite reconhece que a melhor campanha do grupo fica para a história mas agora não vale mais nas fases que virão. “É o nosso desafio deixar este passado do Corinthians na competição. Vamos com o desafio de encerrar a escrita de não chegar a final. Lembro de 2010, quando o time com melhor campanha foi eliminado pelo Flamengo”, acredita.


Corinthians sondou Forlán antes do fim da janela
Comentários Comente

Leandro Quesada

Pouco antes do fechamento da janela de transferência internacional de jogadores, no início de ano, o Corinthians consultou pessoas do staff do atacante uruguaio.

Os altos salários afastaram qualquer possibilidade de contratar Forlán.

“É um grande jogador que todos querem. Na negociação para ter Forlán, o custo é alto”, encerrou o interesse Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians.

Forlán esteve na mira do São Paulo no ano passado, quando estava no Atlético de Madrid. O tricolor também considerou muito dinheiro para trazer o goleador.

Hoje, Forlán está na Inter de Milão. Em má fase, segundo o mesmo.


Chelsea completa serviço alemão e bate Barça
Comentários 1

Leandro Quesada

Hoje, Chelsea e Bayern decidiriam o título da Champions League. Ainda restam os jogos de volta na Espanha que definem os finalistas da competição.

Quem apostava na definição das vagas para os espanhóis errou. 

Em casa, os dois conseguiram o feito de bater e complicar a vida do favorito. Depois da vitoria alemã contra o Real Madrid, ontem, em Munique, nesta quarta foi a vez dos ingleses derrotarem o Barcelona.

Em Londres, no Stamford Bridge, o sistema defensivo do Chelsea prevaleceu sobre o melhor time do mundo. 

O Barça teve dificuldades para furar o bloqueio dos “azuis”. No quesito posse de bola, a equipe catalã teve 72%. Com a troca de passes, no entranto, não criou tantas chances reais de gol. Quando os comandados por Guardiola conseguiram, o goleiro Cech estava lá, firme e seguro. Valdés nem sujou a roupa.

Messi foi uma figura apagada.

O único gol marcado foi de Drogba após a “roubada” de bola de Lampard na disputa com Messi. Lampard lançou para o brasileiro Ramires e este, na medida, passou para o atacante da Costa do Marfim marcar 1 x 0.

Busquets mandou a bola para a Lua, no último minuto do jogo, desperdiçando a chance do empate.

Na semana que vem, a Espanha será o centro das atenções do futebol. No Camp Nou, Barça e Chelsea. No estádio Santiago Bernabéu, Real Madrid e Bayern.

Barcelona e Madrid vão tremer.

Antes da Champions, Barça e Real jogam pelo Espanhol.


Bayern coloca final espanhola sob risco
Comentários 1

Leandro Quesada

O time do eterno kaiser Beckembauer estragou a festa que os madrilenhos pretendiam fazer em Munique. Água no chopp da torcida merengue e pressão no time de José Mourinho.

O tradicional Bayern, quatro vezes campeão europeu, mostrou a força dentro da Bavária.

A tensão marcou o duelo. Jogadas violentas, vários cartões e até acusação de furto de chuteiras no vestiário do Real marcaram o encontro na belíssima Arena de Munique.

Com a vitória dos alemães por 2 x 1, o Real Madrid fica pressionado na partida de volta no Santiago Bernabéu. O empate garante a vaga ao Bayern na final da Champions League.

Assim, os alemães colocam sob risco a expectativa de tanta gente para uma final espanhola na decisão da competição de clubes da Europa.

Bola fora deu mãos uma vez o português Mourinho. Ele insiste em deixar fora do meio-campo, o brasileiro Kaká. Começo a contestar a tal postura arrojada que o técnico lusitano tanto defende.

Nesta quarta, o Chelsea tenta repetir a atuação alemã para conter a máquina do Barcelona, em Londres.


Contra concentração, Muricy quer mais tempo com a família
Comentários 8

Leandro Quesada

O técnico do Santos não aguenta mais os períodos de concentração no futebol. “Ninguém merece se concentrar na sexta para o jogo no domingo. Dois dias olhando para as mesmas caras! Eu não aguento, os jogadores também”, reclama.

“Eu mudei isso no Santos. No Mundial do Japão acho que ficamos muito tempo concentrados. Por isso liberei os jogadores para dar umas voltas”, explica.

Na entrevista à rádio Bandeirantes, Muricy Ramalho lamentou ter pouco tempo para curtir a família. “Eu sinto falta dos meus filhos e da minha mulher. Fiquei muito tempo longe deles”, lembrou o treinador olhando para a esposa Rose, que o acompanhou na entrevista ao Esporte em Debate, que eu apresento todas as segundas na pizzaria 1900.

Muricy Ramalho, por causa destes compromissos, pensa em abreviar o fim da carreira: “Mais três ou quatro anos para encerrar. Estou com 56 anos e está chegando a hora”.


Quartas sem duelo de “grandes”; Lusa dá vexame e cai
Comentários 9

Leandro Quesada

Os grandes times de São Paulo se enfrentam apenas nas semifinais do Paulistão desde que passem pelo duelo único da próxima fase. Nenhuma novidade.

Corinthians líder O alvinegro de Tite terminou a fase classificatória em primeiro lugar ao bater a Ponte Preta, em Campinas. Curiosamente, Timão e Ponte jogam em um dos confrontos.

Tricolor perde a liderança O São Paulo foi derrotado pelo Linense, perdeu a primeira posição e não conseguiu emplacar a décima segunda vitória consecutiva. O time de Leão encara o Bragantino no Morumbi.

Cem anos de Santos Paulo Henrique Ganso fez dois belos gols contra o Catanduvense. Um deles por cobertura, genial e digno da tradição de um dos maiores e centenários clubes do mundo. Gol que renderá uma placa ao craque. Santos e Mogi Mirim jogam na Vila.

O Palmeiras sofre O Verdão teve muitas dificuldades no jogo com o rebaixado Comercial. O empate não caiu bem diante de um adversário que jogou com nove jogadores depois de duas expulsões. A queda Palmeiras teve uma queda técnica e não terminou entre os quatro. O Palmeiras visita o Guarani, em Campinas. 

Lusa dá vexame A Portuguesa não escapou da degola. A equipe do Canindé, com campanha pífia, derrotada por 4 a 2 pelo Mirassol, cai para a segundona. Impressionante a falta de reação da Lusa na reta final, mesmo com o risco claro de rebaixamento.

“Obrigação de vencer é nossa sempre. A melhor estrutura, os altos salários e os bons jogadores nos pressionam para obter a vitória”, de Muricy Ramalho, técnico santista sobre o duelo com o Mogi Mirim.

“Não tem problema em jogar com o Guarani em Campinas. Eu mereço nota zero hoje (após empate com o Comercial). Nós precisamos melhorar”, disse Felipão, do Palmeiras.

“Serve para amadurecer aqueles que
estavam achando que não perderíamos nunca. É hora de botar os pés no chão e recomeçar outro campeonato”,
desabafou Leão, técnico do São Paulo.

“As grandes equipes têm o favoritismo. Mas o favoritismo não ganha, não entra em campo. Eu não gostaria de enfrentar a Ponte Preta, pela qualidade e pela organização”, afirma o treinador corinthiano Tite.