Blog do Quesada

Arquivo : dezembro 2011

Guardiola libera jogadores da concentração
Comentários 4

Leandro Quesada

Pelo menos na noite desta sexta aqui no Japão, os jogadores do Barcelona estão livres da obrigação de se apresentarem ao hotel, onde o time está hospedado.

Algo inusitado para a realidade do futebol brasileiro que discute de forma tímida o fim das longas concentrações.

Na véspera do duelo com o Santos, no entanto, todos estarão juntos no mesmo ambiente.

O conceito catalão tem dado resultado por causa das atuações da equipe e os títulos conquistados. Um time perdedor não resistiria ao padrão adotado. No rival Real Madrid, José Mourinho não se curvou ao pedido dos atletas para abolir a concentração.

No Santos, o técnico Muricy Ramalho desconsiderou a possibilidade de liberar os atletas do convívio em grupo.


Vem aí o Corinthians chinês
Comentários 20

Leandro Quesada

De olho no mercado da China, o Corinthians negocia a fundação da filial do Timão no país mais populoso do mundo.

O presidente do clube (licenciado do cargo), Andrés Sanchez, confirmou as negociações: “Estamos interessados naquele mercado e negociamos a criação do Corinthians chinês. Além disso, um jogador chinês virá para o time no ano que vem”.

Os detalhes do acerto são guardados pelo clube para o “negócio da China” dar certo. Ao entrar em terras chinesas, os produtos do Timão serão comercializados com facilidades, por exemplo, na capital Pequim. A presença de um atleta da China no elenco corinthiano é uma ação de marketing para atrair a mídia.

O intercâmbio é excelente para os dois lados. Os chineses começaram o processo de investimentos pesados no futebol para as melhorias de estádios, infra-estrutura dos clubes e contratação de jogadores. A meta é desbancar a J-League (primeira divisão) do Japão e criar a liga mais importante e interessante do Oriente.

O mercado asiático tem sido atraente para os clubes da Europa, principalmente. O Barcelona e Real Madrid exploram bastante o interesse dos torcedores. Os times ingleses do Manchester City, Liverpool e Arsenal também. O Bayern Munique é outro com esta filosofia. Os europeus acertam amistosos na China, Japão, Coréia do Sul e Malásia.

Antes do jogo Barcelona e Al Saad, no Yokohama stadium, os torcedores japoneses compraram camisas, bonés, bolas e outros itens com a marca do Barça. O clube catalão ganha mais dinheiro e aumenta o número de simpatizantes na terra do Sol nascente.

Já o futebol brasileiro ainda “engatinha” no quesito exploração de imagem e marca fora do país. Em uma comparação rápida, os torcedores japoneses procuraram mais os produtos do Barcelona do que os do Santos neste últimos dias no Japão.


Espiões do Barça filmam o Santos
Comentários 11

Leandro Quesada

Ao descer para a zona de entrevistas do Toyota stadium, após Santos 3 x 1 Kashiwa Reysol, eu cruzei com dois homens que vestiam roupas do Barcelona.

Eles carregavam câmera e tripé, sinal de que filmaram cenas do jogo para o treinador Guardiola. Nenhum integrante conhecido da comissão técnica da equipe catalã foi visto no estádio, me confirmou um jornalista espanhol.

As imagens devem apresentar situações específicas que as Tvs não mostram. As imagens do campo todo, em momentos distintos, para analisar as formações táticas ao longo da partida, interessam bastante ao adversário do peixe.

Guardiola já sabe que Neymar é um craque que arrebenta com qualquer conceito tático, que Ganso dá o toque de classe ao meio-campo e Borges é um perigoso atacante. Sabe também que o sistema de marcação do Santos sobrecarrega os zagueiros e que na lateral esquerda o time santista é deficiente na marcação e no ataque.

Ao contrário de Guardiola, que não foi ao estádio acompanhar o jogo do Santos, Muricy Ramalho agendou na noite desta quinta aqui em Yokohama uma visita ao Yokohama stadium para ver e analisar Barcelona vs. Al Saad.


Pequeno tremor assusta hotel do Santos
Comentários 1

Leandro Quesada

Tremores de terra são comuns no Japão, um dos países com mais atividades sísmicas do mundo. O país foi atingido por terremoto e tsunami em março.

Eu não senti o chão tremer, por volta de 1 hora da tarde, desta quarta-feira em Kanayama, perto do hotel Hilton, concentração do Santos aqui em Nagoia.

A informação foi passada pelo jornalista da rádio Estadão-ESPN, Sérgio Loredo, que está hospedado no local.

Assustado, Loredo atendeu a minha ligação, com a voz trêmula. “Ta tremendo tudo aqui!”, contou o meu amigo e colega de profissão.

Alguns jogadores do peixe saíram dos quartos em direção ao corredor.

Por conta do tremor, alguns trens e metrôs deram uma parada até o restabelecimento destes transportes vitais na vida dos japoneses.

Tremor maior será sentido no domingo em Yokohama, quando Santos e Barcelona disputarem de decisão do Mundial de clubes do Japão. Duelo para fazer o chão tremer!!!


Santos e Barça, domingo, 18, na final em Yokohama
Comentários 5

Leandro Quesada

Que venha o Barcelona, no duelo mais esperado, imaginado e comentado dos últimos dias.

O campeão da Libertadores não teve muitos obstáculos para passar pelo Kashiwa Reysol, em Toyota. Os japoneses até tentaram, mas sem os pés bons nas finalizações, não conseguiram o feito histórico de disputar a decisão do Mundial de clubes.

Apesar da vitória, o Santos mostrou falhas no sistema defensivo. A marcação desligada no meio campo e ataque, sobrecarregou a zaga e o alas. Improvisado na lateral esquerda, o zagueiro Durval teve dificuldades no setor, mesmo com obrigações apenas defensivas.

Lições importantes ficaram para quem vai enfrentar o melhor time do mundo, no domingo, em Yokohama.

Eu cravei Santos e Barcelona na final, mas não nos esqueçamos que antes o Barça joga a semifinal contra o Al Saad, do Catar.


As remotas chances do Kashiwa e Al Saad
Comentários 4

Leandro Quesada

Eu não acredito nas vitórias das equipes do Japão e do Catar. Improváveis resultados, para não dizer impossíveis, que não serão vistos aqui na terra do sol nascente.

A zebra Mazembe aparece uma vez apenas em anos. Não será desta vez a repetição do feito do time do Congo contra o Inter de Porto Alegre.

As chances das duas equipes derrotarem Santos e Barcelona são remotíssimas aqui no Japão. A diferença técnica dos brasileiros e espanhóis para os nipônicos e árabes é monstruosa.

Mesmo sendo o futebol um esporte imprevisível, no caso destes dois duelos, só mesmo atuações trágicas poderiam tirar Barça e Santos da final em Yokohama.

E para o bem do futebol seria espetacular o confronto de santistas e catalães no palco do penta da seleção brasileira.

O duelo entre o astro  Messi e o craque Neymar será outra grande atracão no Japão.


Jogadores da Santos e Barça dão exemplo de civilidade
Comentários 10

Leandro Quesada

Sem frescuras, cuidados exagerados ou vários seguranças ao redor, Iniesta, o autor do gol da Espanha contra a Holanda, na final da Copa da África do Sul, deu uma volta pela capital Tóquio com outros atletas do Barcelona.

Eu, imediatamente, lembrei da antipática seleção brasileira em terras africanas. Os jogadores ficaram presos no hotel, distantes da torcida e da imprensa, sem sentir o clima que os cercava.

A Espanha, por sinal, abriu a concentração todos os dias e nem assim perdeu o título. Espanha que tinha como base o Barcelona, time espanhol, time da Europa, time do mundo…

Neymar também deu uma escapada de táxi para conhecer parte da cidade de Nagóia. Ganso, Elano e Léo fizeram o mesmo. Belo exemplo de jogador que se comporta como cidadão acima de tudo. 

Jogador que percebe que ninguém morde a gente no Japão.


Para o Santos é melhor o Barça favorito
Comentários 31

Leandro Quesada

Não vamos desconsiderar a qualidade do Barcelona, base da seleção espanhola campeã mundial de 2010 e o talento do astro argentino Messi, mas achar que o time da Catalunha vai atropelar é exagero. O “já ganhou” pode ser o início da derrocada catalã na terra do sol nascente.

Torcedores e jornalistas no Brasil têm o defeito de elevarem muito o futebol da Europa sempre. Em alguns momentos nós esquecemos que a seleção brasileira é pentacampeã, Pelé foi o maior de todos os tempos, que ainda temos os melhores jogadores do planeta e que o times brasileiros já levaram nove vezes o mundial de clubes (mesma marca de argentinos e italianos).

Talvez em dez jogos entre Barcelona e Santos, os espanhóis vençam cinco, o peixe três ou quatro. E como isto não vai acontecer, então, voltemos à realidade de um único possível duelo na final do Mundial, aqui no Japão.

O Santos, por sua vez, é bem treinado por Muricy, tem um bom conjunto e ainda valores como Neymar e Ganso. Eu confio no Santos como acreditei que o Inter poderia bater o Barcelona na final. E também o São Paulo, tri-campeão, sem ser o favorito nenhuma vez contra Barcelona, Milan e Liverpool.

O Santos pode usar o favoritismo forçado do Barça contra o mesmo adversário.

Ainda bem que este imprevisível jogo chamado futebol se ganha em campo…


Nelsinho Batista aprova Sakai no Santos
Comentários 4

Leandro Quesada

O atual técnico do Kashiwa Reysol aprova a possível transferência do jogador Sakai para o Santos.

Nelsinho Batista, ex-treinador do Santos, elogiou o lateral direito e destacou a velocidade como ponto forte.

Ao ser perguntado pelo comentarista da Rádio Bandeirantes, Claudio Zaidan, se o japonês tem “bola” para jogar no Brasil, Nelsinho respondeu: “Tem bola sim”.

Sakai tem 1.83 e 21 anos.

A contratação do atleta japonês abrirá mais o mercado para o Santos no Oriente.


Corinthians dará nova chance a Adriano
Comentários 11

Leandro Quesada

A falta de comprometimento do imperador, em alguns momentos, criou dúvidas sobre a permanência dele no pq. São Jorge, no ano que vem.
 
Adriano sofreu ruptura no tendão de aquiles e ficou cinco meses afastado. A volta aos campos foi discreta até o gol importante marcado contra o Atlético-MG. E só! Pouco para o alto investimento feito pelo clube para mantê-lo no elenco.

“Ele sabe que está devendo futebol. Adriano tem consciência disso. Eu acredito que ele vai seguir as recomendações do Bruno (Mazziotti, o fisioterapeuta) durante as férias para voltar bem”, projeta Roberto Andrade.

O vice de futebol acredita que o atacante estará melhor preparado em 2012 e garante que “Adriano vai cumprir o contrato até a metade do próximo ano”.