Blog do Quesada

Arquivo : novembro 2011

Tite defende a permanência de Felipāo
Comentários 23

Leandro Quesada

As rusgas começam a diminuir entre duas personalidades importantes do esporte. 

Em entrevista ao vivo, no Esporte em Debate, que eu apresento na Rádio Bandeirantes, Tite deixou de lado as diferenças e defendeu o colega treinador.

“Se eu fosse o presidente (olhando para Arnaldo Tirone que participou do programa) ficaria com ele (Felipão) por três, quatro anos. Agüenta o tranco e vai para o trabalho. O cara é campeão do mundo! Ele tem know-how”, disse Tite.

Os gaúchos romperam relações no final de 2010, depois do jogo entre Palmeiras e Fluminense. A postura preguiçosa do verdão diante dos cariocas foi criticada pelos cotinthianos, que disputavam o título com o Flu.

Depois, no Paulistão deste ano, o corintiano não gostou de uma declaração do palmeirense, interpretada como ironia. Felipão disse que se pudesse perder para manter Tite, ameaçado, no cargo, perderia.


A vitória imperial do Corinthians
Comentários 26

Leandro Quesada

Mesmo acima do peso, fora de forma e sem ritmo ideal, Adriano fez jus ao posto de goleador que construiu nos últimos anos. O investimento alto, de risco, deu retorno no momento em que se esperava. A permanência do atacante pode estar garantida por mais tempo no pq. São Jorge.

Aos 21 minutos da etapa final, Adriano entrou no time com a missão de comandar a virada. O imperador teve duas chances. A primeira delas foi desperdiçada. A segunda, depois do passe de Emerson, foi concluída com a classe de artilheiro consagrado.

Jogador diferente é aquele que faz e acontece. Adriano, finalmente, desencantou. Ele “aconteceu” no Pacaembu, aos 43 minutos, com um belo gol. Gol da virada sofrida, cardíaca e com cara de “vai Curintia”…

O Corinthians recupera a liderança perdida no sábado com o sucesso do Vasco. Dois pontos e duas vitórias a mais que os vascaínos, deixam o Timão bem perto do título. Quatro pontos em seis possíveis garantem o penta brasileiro ao Corinthians.


Tirone não abre mão de Felipão
Comentários 23

Leandro Quesada

Criticado pela falta de posicionamento em momentos de crise no clube, o presidente palmeirense, aos amigos, interlocutores e até opositores, não esconde de ninguém o desejo de manter Luis Felipe Scolari.

“Não vou tirar o Felipão!!! Ele é um dos melhores técnicos do Brasil. Foi campeão pela seleção brasileira e fez um grande trabalho em Portugal”, defende Tirone.

Felipão, aos poucos, vai tomando conta da situação no futebol com o apoio presidencial. Hoje, a palavra do técnico tem mais peso que a do desafeto Roberto Frizzo, o vice.

A saída de Kléber mostrou a força de Felipão depois do ultimato “ou eu ou ele”. A chegada do ex-comandado e amigo César Sampaio, o novo gestor de futebol, foi outra demonstração de influência do pentacampeão.

Os jogadores que não tinham afinidades com Kléber demonstraram apoio público ao técnico.

No ano que vem, a intenção é criar um ambiente saudável e sem intrigas desnecessárias, algo que deve ser seguido por jogadores, comissão técnica e dirigentes.


Pintou o campeão
Comentários 39

Leandro Quesada

Uma atuação fraca para um líder a caminho da consagração. O Corinthians venceu o Ceará jogando  muito mal. Erros defensivos, falhas na troca de passes e finalizações tortas não foram suficientes, no entanto, para impedir a vitória, em Fortaleza. 

Os contrastes foram as defesas de Júlio César contra um adversário que teve boas chances de gol, as alterações feitas por Tite, uma delas a entrada de Luis Ramirez, o autor do único gol.

Tite sacou Liédson no intervalo e apostou em Morais. Mas foi a entrada do peruano Luis Ramirez na vaga de Danilo que mudou a história de um jogo condenado ao empate. Danilo ficou distante de uma atuação razoável.

Luis Ramirez tem tudo para reforçar a tese de ser um predestinado. No início do ano, em Ibagué, ele foi expulso contra o Tolima e prejudicou a equipe, eliminada na Libertadores. Ontem, o gol feito diante do Ceará pode ter garantido o título do Corinthians.

Com dois pontos a mais que o Vasco e, ainda, duas vitórias a mais também, o Corinthians fica em uma situação confortável.

Pintou o campeão.


O Santos em pé de guerra com a DIS
Comentários 31

Leandro Quesada

A relação entre o clube e a empresa passou do desgaste para o limite do insuportável.

A liberação dos direitos econômicos de Neymar após a Copa do mundo de 2014 não dará retorno financeiro nenhum ao Santos e ao grupo DIS.

Já prevendo o risco de não receber nenhum valor na transferência de Neymar para o exterior, o grupo de investidores fala em “calote” e se prepara na esfera jurídica.

Eu discuti, em bom tom, com o presidente do Santos, Luis Álvaro Ribeiro, a situação da DIS. Na minha visão, a empresa deve receber algo em uma futura negociação por ter 40 % dos direitos econômicos do atacante. O mandatário vê de outra forma.

“A DIS já ganhou muito dinheiro com os jogadores. No caso de Neymar, nós pagamos todas as contas e ela nada. A DIS sabia do risco”, reclamou Luis Álvaro.


Palmeiras processará Kléber
Comentários 46

Leandro Quesada

As declarações de Kléber ao SP Acontece, comandado pelo craque Neto, na Band, causaram grande repercussão na cúpula de futebol do Palmeiras.

As críticas ao técnico Felipão feitas pelo atacante deixaram o treinador indignado.

Felipāo ficou ofendido com as acusações de que teria se oferecido para dirigir o São Paulo, que o grupo não gosta dele e que estaria envolvido em negociatas de jogadores.

O conselheiro e diretor do Palmeiras Mauro Marques, em entrevista à rádio Bandeirantes, revelou que o clube “vai tomar medidas jurídicas contra o jogador que é patrimônio do Palmeiras. Neste momento de paz na relação entre cúpula e comissão técnica, Kléber tumultuou o ambiente na Academia. A posição do Palmeiras é defender Felipão, festejado pelo grupo com ovadas no dia do aniversário”.

Recentemente, Kléber entrou com uma ação contra o Palmeiras por assédio moral, contestando o afastamento do time principal.


Corinthians e Vasco polarizam a disputa
Comentários 8

Leandro Quesada

Empatados em número de pontos, corinthianos e vascaínos polarizam nesta reta final a disputa pelo título do campeonato brasileiro.

Falar em polarização em um torneio tão equilibrado até aqui, não me parece um contra-senso, faltando quatro rodadas e com líder e vice tendo cinco pontos a mais que o terceiro e quarto colocados (Timão 61, Vasco 61, Fluminense 56 e Figueirense 56).

Vasco e Corinthians deram um grande passo rumo ao título. O título fica no pq. São Jorge ou em São Januário.

No Pacaembu, tudo foi muito rápido, fulminante e em alta velocidade, com dois gols contra o Atlético-PR feitos em cinco minutos de jogo. Depois vieram algumas pitadas de sofrimento e a vitória preciosa.

No clássico carioca, o Botafogo começou melhor mas não suportou o time vascaíno, bem montado e articulado.

Flu e Fla escorregaram, assim como o Botafogo, e ficaram distantes da briga.

O Figueirense está chegando. É forte concorrente a um dos lugares na Libertadores 2012.


Marcelo Teixeira aprova a reeleição de Laor
Comentários 23

Leandro Quesada

O ex-presidente do Santos, Marcelo Teixeira, defende a reeleição do atual mandatário Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro: “Cinco anos consolidam ainda mais a marca do Santos. Esta administração fez um bom trabalho”.

As eleições no Santos acontecem no dia 3 de dezembro, antes da participação do peixe no Mundial de clubes da FIFA, no Japão. O resultado no torneio não terá influência no pleito. Luis Álvaro completa dois anos de mandato e se conseguir a reeleição, ficará no total, cinco temporadas na presidência.

Outro ponto, no entanto, fará a diferença a favor da atual gestão, na visão de Marcelo Teixeira. “Neymar até 2014 é um trunfo para a situação”, acredita o ex-dirigente.

A decisão de manter o golden boy da Vila foi elogiada pelo antecessor de Laor. “Eu manteria o Neymar também. Ele tem carisma, além da técnica apurada. Com Neymar teremos resultados fantásticos nos próximos anos”, aposta.


Luis Fabiano e Nilmar, o ataque dos sonhos do São Paulo
Comentários 39

Leandro Quesada

O atacante do Villarreal da Espanha está na mira do tricolor. Reforço para o lugar de Dagoberto, que deixará o Morumbi em breve.

Nilmar foi companheiro de Luis Fabiano no elenco da seleção brasileira, na Copa da África do Sul.

Se no time de Dunga, eles não formaram o ataque titular, no São Paulo, certamente, a dupla será possível.

No ataque são-paulino em 2012, Luis Fabiano e Nilmar.

O valor do negócio gira em torno de 7 milhões de euros. Os clubes já iniciaram as conversações.

Nilmar começou a carreira no Inter de Porto Alegre. O talento lhe tendeu o apelido de Nilmaradona e logo despertou o interesse do exterior. A primeira experiência na Europa foi no Lyon, da França. Na volta ao futebol brasileiro, contratado por milhões pela MSI, ele defendeu o Corinthians, mas duas contusões graves no joelho atrapalharam as atuações. Nilmar retornou ao Beira-Rio, antes da segunda passagem pela Europa, para atuar no Villarreal.


DIS teme tombo no caso Neymar
Comentários 40

Leandro Quesada

O grupo de investimento DIS não receberá nenhum centavo em uma possível transferência, se Neymar cumprir o contrato com o Santos, até fevereiro de 2015.

O Santos acertou com o atacante a liberação dos direitos econômicos, uma vez cumprido o vínculo até o final. Assim, nem o Santos (dono de 50%) e nem a DIS (dona de 40%) poderão negociar o atacante, já livre para fazer aquilo que bem entender, aos 22 anos. Neymar é dono de 10% dos direitos econômicos.

¨Não diria que a DIS levou um tombo. São negócios… O jogador queria, desde o início, ficar no Brasil para disputar a Copa¨, explicou Wagner Ribeiro, empresário de Neymar.

A DIS pagou ¨cinco milhões de reais na compra dos 40% dos direitos econômicos¨, conta Ribeiro. ¨A DIS sabia do risco quando foi feito o contrato de Neymar com o Santos¨, concluiu o agente.

Wagner Ribeiro revela a chance desperdiçada pela DIS ao receber uma oferta oficial do exterior: ¨Ela (DIS) teve uma proposta de 12 milhões de euros de um fundo de investidores ingleses mas não aceitou¨.