Blog do Quesada

Arquivo : outubro 2013

Muricy quer Rogério Ceni em 2014
Comentários 5

Leandro Quesada

Indagado sobre a permanência do ídolo, que já insinuou a possibilidade de pendurar as luvas, o técnico do São Paulo foi curto e objetivo: “É o melhor goleiro que temos“.

“Nós devemos deixar o emocional de lado e analisar o que o Rogério faz no gol. Ele está em grande fase. É isso que importa“, ratifica Muricy Ramalho.

As críticas feitas ao goleiro pelo pênalti desperdiçado no clássico com o Corinthians foram rebatidas pelo treinador. “Perder o pênalti não tem peso neste momento. O Rogério é goleiro, não atacante“, finalizou.


Tenso e sem gols, empate foi ruim para São Paulo e Corinthians
Comentários 4

Leandro Quesada

Não foi por falta de chances que os rivais paulistas não fizeram gols no clássico desta tarde no Morumbi. O 0 x 0 foi o retrato fiel de dois times que têm ataques inoperantes. Na hora de finalizar, eles falham.

Três reais possibilidades foram criadas pelo Tricolor no 1º tempo com Ademilson, Aloísio e Maicon. Cássio teve sorte e também categoria para evitar o pior.

No segundo tempo, os corinthianos chegaram ao gol de Rogério Ceni com perigo. O sonolento e desfocado Emerson perdeu dois gols incríveis. A melhor chance foi com Paulo André mas Rogério Ceni evitou.

Rogério Ceni e Cássio foram os protagonistas do último lance de destaque. Aos 44′ da etapa final, Rogério Ceni bateu pênalti e Cássio defendeu. Os goleiros foram vilão e herói no último suspiro.

Na classificação do Brasileirão, este empate foi ruim para os dois. O São Paulo ficou dois pontos acima da zona do rebaixamento e o Timão, cinco.

Números negativos O time de Tite empatou pela 13ª vez no Brasileirão, sendo oito empates por 0 x 0. Em 28 jogos marcou apenas 22 gols. O São Paulo fez um pouco mais: 26 gols. O saldo do Tricolor é negativo, no entanto. Os ataques dos dois paulista supera apenas o do lanterna Náutico (19).

O resultado foi justo, disse Tite.

Voltamos a jogar bem mas não transformamos em vitória”, avaliou Muricy Ramalho.

20131013-194341.jpg

20131013-194357.jpg


‘Rei de empates’, Corinthians despenca
Comentários 19

Leandro Quesada

Pela 12ª vez, o Corinthians empata no Brasileirão 2013. Se tivesse vencido a metade e perdido a outra, o Timão teria 42 pontos contra os 36 atuais. Isso representaria figurar na quinta posição, perto do G4.

Empatar muito em um campeonato tão embolado é a pior matemática para um time. O time de Tite emperrou em doze partidas, conquistou doze dos 36 que estavam em disputa.

Os resultados de empate não são os ideais. Nós tentamos mas não conseguimos vencer algumas destas partidas em casa”, concorda o técnico Tite.

Sete destes doze empates tiveram o placar de 0 x 0. Cinco deles com o Timão como mandante.

Empatar é péssimo negócio.

20131010-003919.jpg


‘Libertadores é ilusão’, descarta técnico da Lusa
Comentários 7

Leandro Quesada

Traçar uma meta muito alta, não dá certo. É como tentar ver o ônibus espacial da Nasa. Já ver um avião é mais fácil“, compara, com bom humor, Guto Ferreira.

A Portuguesa conquistou duas goleadas em clássicos paulista contra Corinthians (4 a 0) e Santos (3 a 0) que a ajudaram de fugir da zona do rebaixamento. A empolgação é tão grande que a vaga na Libertadores virou um sonho.

Guto Ferreira não quer “iludir” o torcedor lusitano com “mais do que cumprir o objetivo de escapar” da degola.

Hoje, a Lusa está longe do G4. Nove pontos separam a equipe do Canindé do Botafogo, quarto colocado do Brasileirão.


Tudo azul na campanha do Cruzeiro
Comentários 13

Leandro Quesada

Apenas uma tragédia futebolística tirará do Cruzeiro o título do Brasileirão 2013. Para que a meta não seja concretizada, o time mineiro teria de entrar em uma sequência negativa, algo pouco provável pela consistente campanha, baseada no futebol bem jogado pelos comandados de Marcelo Oliveira.

Para ser ultrapassado pelo principal concorrente, o Grêmio, os cruzeirenses teriam de perder quatro jogos. Outro ponto improvável para quem foi derrotado apenas três vezes no torneio.

Onze pontos separam o líder do segundo colocado. O Cruzeiro pode levantar a taça quatro ou cinco rodadas antes do encerramento do campeonato.

O bom futebol coloca o time azul como virtual campeão nacional. A seriedade é o ponto alto da campanha vitoriosa. O jogo contra o Náutico é o exemplo clássico de que a Raposa não brinca em campo.

Tudo está muito azul para o time que venceu 18 partidas, conquistou 59 pontos de 78 possíveis e tem 75% de aproveitamento.

20131006-190143.jpg


Careca, ídolo são-paulino, vê Juvenal teimoso e Muricy ‘chegando tarde’
Comentários 7

Leandro Quesada

“Muricy devia ter assumido antes“, afirma um dos maiores atacantes da história do Tricolor e da seleção brasileira. “Juvenal foi teimoso, talvez por birra dele com o torcedor que pedia o treinador, não trouxe o Muricy antes. Todos pediam o Muricy, todos“, completa Careca.

Careca analisou a crise do time do Morumbi no momento em que Vasco e Inter jogavam. A vitória vascaína mandou o Tricolor de volta ao grupo dos rebaixados.

O São Paulo corre o risco de rebaixamento? Careca responde: “O São Paulo precisa acordar. Muricy não vai resolver sozinho. Os jogadores precisam se superar para sair desta situação. Corre o risco mas eu sustento que o São Paulo vai sair desta e se manter na primeira divisão“.

A má fase de alguns jogadores também foi comentada pelo ex-craque, em especial a do atacante Luis Fabiano. “Ele teve dificuldade na volta. Com a expulsão na Libertadores, ele se perdeu um pouco e agravou a situação do time na competição. A saída de Lucas também atrapalhou. Na defesa, o time ficou perdido e a experiência de Lucio não ajudou muito e ele não deu certo“, avalia Careca.

20131004-175206.jpg


Com a briga de torcidas, Corinthians perde 80 mil torcedores e dois milhões de reais
Comentários 7

Leandro Quesada

A perda de quatro mandos de jogos causa o prejuízo de dois milhões de reais aos cofres corinthianos.

A canalhice de meia dúzia de gatos pingados, que brigam nos estádios, também afasta o torcedor do bem dos jogos distantes da casa do Timão, o Pacaembu.

O Corinthians, depois da punição imposta pelo STJD, perderá cerca de 80 mil torcedores nestes quatro jogos. “No Pacaembu, mantida a média de 29, 30 mil torcedores, o Timão teria cerca de 120 mil”, explica Lucio Blanco, gerente de arrecadação do clube.

Na partida contra o Bahia, no estádio Romildão, em Mogi Mirim, o público total foi de 10.003 pessoas. Neste caso, vinte mil pessoas não frequentaram as arquibancadas. Nos quatro jogos serão 80 mil torcedores.

No quesito arrecadação, o clube terá 400 mil reais de bilheterias nestes quatro jogos longe da capital paulista contra R$ 2,4 milhões se jogasse no Pacaembu.


Corinthians sobe; São Paulo desce
Comentários 5

Leandro Quesada

Os três atacantes corinthianos deram muito trabalho ao sistema defensivo do Bahia. Emerson, Pato e Guerrero fizeram parte do esquema ofensivo montado por Tite. Mesmo com esta ofensividade, a equipe não perdeu o poder de marcação, com Ralf, Guilherme, Edenilson e Alessandro. O formato equilibrado deu resultado no 1º tempo, quando a vitória foi definida com gols de Guerrero e Cléber.

Depois de sete jogos sem vencer no Brasileirão, o time de Tite ganhou por 2 x 0 do Bahia de Cristóvão.

O Corinthians se afasta da zona da degola. Enquanto o São Paulo perde pela terceira vez seguida e vê o fantasma do rebaixamento rondar o Morumbi.

A queda na Vila, na derrota por 3 x 0 para o Santos, expõe mais uma vez as oscilações do Tricolor. Com a chegada de Muricy, o time reagiu e ganhou três jogos. Agora contrasta a reação com três derrotas.

A volta por cima, anunciada e esperada, sofre o golpe após a sequência de insucessos.

Uma coisa é certa nas campanhas dos dois: Corinthians e São Paulo estão devendo futebol neste campeonato.