Blog do Quesada

Arquivo : dezembro 2012

Andrés arma oposição à CBF
Comentários 55

Leandro Quesada

Depois de entregar o cargo de diretor de seleções da CBF por não concordar com a demissão de Mano Menezes e não ser consultado sobre a contratação de Felipão, Andrés Sanchez revelou em entrevista à Rádio Bandeirante que deverá liderar o processo de oposição à CBF.

“Vamos esperar. É obvio que eu terei uma participação de um jeito ou de outro neste processo futebol. O momento não é agora. Eu não vou sair batendo, falando e criticando no momento de uma Copa do Mundo”, desconversa o ex-presidente do Corinthians.

Andrés não contará, publicamente, o sentimento de traição que teve com a dupla Marin-Del Nero. O máximo que faz é ironizar a própria queda: “Não sou a Rainha da Inglaterra. Vou cuidar dos negócios em família”.

A demissão de Mano Menezes não sai cabeça do ex-diretor da CBF. “Acho que ele (Mano) poderia ter feito um pouco mais no começo do trabalho mas ficou muito sozinho e isolado. Mas em 2012 os resultados dele ninguém pode questionar”, defendeu.

20130113-060432.jpg


Tirone desiste de reeleição e não sabe se apóia Nobre ou Perin
Comentários 23

Leandro Quesada

Arnaldo Tirone, atual presidente do Palmeiras afirmou não ter “motivação para concorrer” ao pleito de 21 de janeiro, quando o novo presidente do Palmeiras será eleito.“Desisto da candidatura. Não quero mais brigar com amigos de quarenta anos. Prefiro ser colaborador do clube”, afirma.

“Tentei fazer o melhor pelo clube. Fui eleito pela maioria, deleguei poderes e não fui um presidente ditador. Eu fiz de tudo para dar certo e assumo a responsabilidade pela queda. Agora é a hora de outro tentar recuperar o clube”.

E o senhor Tirone apoiará Paulo Nobre ou Décio Perin? “Os dois são bons candidatos. Vou decidir o que é melhor para o clube. O Nobre é mais novo e eu o respeito como pessoa. Eu tenho mais intimidade com o Décio. O Palmeiras está bem servido com estes dois nomes”.

Em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, Tirone defendeu a permanência do técnico Gilson Kleina: “Gilson deve continuar na minha opinião”.

20121229-161116.jpg


De volta ao Brasil, Rodrigo Souto aguarda acerto com Palmeiras
Comentários 27

Leandro Quesada

“Nada de concreto até agora mas sei que algo está sendo conversado”, disse o volante que voltou ao Rio para as festas de fim de ano.

Aos 29 anos, o ex-jogador do Jubilo Iwata, do Japão, encerrou o vínculo. “Fiquei um ano e meio lá. Fui ganhar experiência de vida, conhecer outra cultura”, destaca Rodrigo Souto.

“Resolvi voltar ao Brasil. É a minha casa. Tive propostas de outros times japoneses e até do Anzhi (do Daguestão)”, revelou o meiocampista que passou por Vasco, Santos e São Paulo.

20121228-215359.jpg


Com Pato, Corinthians almeja gols e dinheiro
Comentários 14

Leandro Quesada

O talentoso atacante é tudo que um clube deseja para resolver as questões dentro de campo e, depois, no quesito financeiro.

Enquanto estiver no Corinthians, Pato terá a missão de ajudar o time a conquistar títulos. E o sucesso previsto depende apenas dele, desde que apresente bom futebol e faça gols. Simples.

O alto investimento seria devolvido desta forma. Mas outro aspecto é importantíssimo: o valor de Pato. O “passe” do jovem atacante se valorizaria, mantendo o interesse dos europeus. O Corinthians, então, poderia negociá-lo com algum clube do velho continente mais adiante. Dinheiro em caixa.

Se esta negociação acontecer em dois anos, por exemplo, Pato ainda terá 25 primaveras. Uma idade interessantíssima para o rico mercado da Europa.

Além disto, planos de marketing explorariam o nome do jogador e trariam mais dinheiro ao Corinthians.

20121227-223727.jpg


A volta de Robinho era a promessa do Santos
Comentários 19

Leandro Quesada

Ou não era? Como não sou uma cara que esquece as coisas, facilmente, lembro aqui que a promessa do Santos F.C. era a de contar com Robinho no ano do centenário do peixe. O ano de 2012 já está acabando mas o projeto seguiria até que houvesse a liberação do Milan.

Pois bem. Os italianos de Milão aceitam negociá-lo e abriram as conversações. Além do Santos, no entanto, entraram na disputa o Flamengo e o Atlético-MG.

No fim de 2011, perto da virada, o presidente Luis Álvaro, anunciava que o Santos faria todos os esforços para ter Robinho de volta. Passou um ano e o sonho não foi concretizado.

Agora o Santos tem a companhia de outros rivais. Os dirigentes admitem que é muito dinheiro para trazer o ídolo. Os parceiros para trazê-lo, o esquema de marketing e a boa relação do clube com o jogador parecem não serem suficientes para Robinho vestir outra vez a camisa do Peixe.

Uma pena o Santos não reviver a dupla Neymar-Robinho.

20121226-182510.jpg


Neymar, o 13º apenas!
Comentários 112

Leandro Quesada

Não foi o ano dos sonhos para Neymar. Por ser dono de futebol genial, o “golden boy” da Vila deveria ter conquistado mais pelo Santos e seleção brasileira. Ponto.

Mas daí vê-lo apenas como o 13º melhor do planeta em pesquisa feita pelo jornal inglês The Guardian é um absurdo.

Neymar pode ficar atrás de Messi, C. Ronaldo, Iniesta e Xavi. Tudo bem. Aceitável. Mas perder para Cavani, Yaya Touré e Aguero, não!

É impressionante como a crônica internacional despreza alguns dos nossos talentos. Eu não sei é ignorância ou petulância. Seja o que for, lamento.

Lionel Messi é o primeiro, claro. Depois aparecem Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Xavi (Barcelona), Iniesta (Barcelona), Ibrahimovic (PSG), Falcao García (Atlético de Madri), Van Persie (Manchester United), Pirlo (Juventus), Yaya Touré (Manchester City), Cavani (Napoli), Agüero (Manchester City) e Casillas (Real Madrid).

20121224-184052.jpg

20121224-184106.jpg


O Bolívar não quer jogar no Morumbi? Hahaha!!!
Comentários 105

Leandro Quesada

Parece piada a ameaça do insignificante Bolívar de não querer atuar no Morumbi. Morumbi, meus amigos, um dos lendários estádios do futebol mundial, palco de inúmeras finais de Paulistas, Brasileiros, Libertadores, jogos da seleção brasileira e por aí vai.

Hei! “É a lingüiça mordendo o cachorro”. Eu li direito? Quem ameaça não jogar no Morumbi? Quem? A direção de futebol deste time boliviano está de brincadeira. Só pode.

O São Paulo é que não deveria participar da Libertadores com o risco de ser fuzilado na Argentina se reencontrar o Tigre, aquele timeco que só sabe bater. O Corinthians é que deveria evitar aquele lixo de campo que tem no estádio do Tolima. O Fluminense é que poderia evitar as pedradas na hora em que algum jogador cobrar escanteio no Defensores del Chaco, em Assunção. O Grêmio, o Atlético-MG e o Palmeiras deveriam cobrar a Conmebol a dar mais segurança aos times do melhor e mais organizado futebol das Américas.

Passou da hora do Brasil parar de carregar estes “estorvos” nas costas para ganhar míseros trocados deste torneio sulamericano.

Quem é Bolívar? Quem são Caracas, Iquique, Leon, Tijuana, Santa Fé, San José, Anzoategui, Real Garciliaso, Deportivo Lara, The Strongest e Cesar Vallejo? Cesar Vallejo! Por Diós!

Está na hora da CBF rever a participação brasileira contra estes adversários que não acrescentam nada ao futebol, com todo o respeito que eles mereçam.

O São Paulo deve contra-atacar e dizer a Conmebol que não vai jogar no estádio Hernando Siles, onde atua o Bolívar.

Conmebol, faça o favor!!!

20121222-155025.jpg
O “belo e confortável” Hernando Siles em La Paz


Times brasileiros favoritos ao título em Libertadores fraca
Comentários 28

Leandro Quesada

Corinthians e Palmeiras têm rivais medianos. São Paulo e Galo devem seguir o mesmo caminho. Flu e Grêmio também podem se encontrar.

Na primeira fase da Copa Libertadores, o São Paulo encara o Bolivar da Bolívia e o Grêmio enfrenta a LDU. Os gremistas têm a tarefa mais complicada, sem dúvida.

Se o Tricolor do Morumbi passar para a fase de grupos, cairá na chave com Atlético-MG, Arsenal da Argentina e The Strongest da Bolívia. Os dois brasileiros são favoritos.

Já o Grêmio, uma vez classificado, vai para o grupo que terá Fluminense, Huachipato do Chile e Caracas da Venezuela.

O Corinthians, atual campeão, terá longas viagens e altitudes mas adversários frágeis. O Millonarios na Colômbia, o San José da Bolívia e o Tijuana do México.

O Palmeiras está na chave com Sporting Cristal do Peru, o Libertad do Paraguai e o vencedor de Tigre da Argentina ou Anzoategui da Venezuela. Ótima chance para o Verdão se reerguer.

O Brasil, pela força técnica e potência econômica, deve emplacar mais um campeão da Libertadores na próxima temporada.

A competição da Conmebol está abarrotada de times desconhecidos, fracos e sem expressão. A entidade deveria enxugar o número de participantes. O nível melhoraria, consideravelmente. Dê uma olhada no grupo 6 e veja se não é ridículo.

20121221-140454.jpg

20121221-140446.jpg


Corinthians pagará 3 milhões por 50% de Renato Augusto
Comentários 7

Leandro Quesada

A metade dos direitos econômicos de Renato Augusto custará 3 milhões de euros aos cofres do Corinthians. Os outros 50% seguem com o Bayer Leverkusen.

O contrato valerá por quatro anos. Assim que os exames forem realizados, o Corinthians anuncia a contratação do meio-campista de 24 anos.

Renato Augusto foi revelado no Flamengo. Ele atuou pelo Bayer em 101 jogos e fez oito gols.

20121221-000753.jpg


Premiação para campeões mundiais é ato populista
Comentários 25

Leandro Quesada

Pensei que já havia acabado tal ato populista do governo brasileiro. Os presentes dados (Fuscas) pelo prefeito Maluf aos tricampeões de 70, com o dinheiro dos nossos pais e avós, são exemplos clássicos deste tipo de conduta. Não vejo diferença nenhuma agora com o prêmio de 100 mil reais oferecidos pelo governo federal aos mesmos atletas que disputaram a Copa do México.

E os campeões de 94 e 2002? Não recebem nada? Eles são campeões também, não?

E os campeões mundiais de basquete? Não merecem também?

E o olímpico Ademar Ferreira da Silva (já falecido)? Os campeões do vôlei, judô, natação…

E os professores, médicos, operários, torneiros mecânicos, engenheiros, enfermeiros, dentistas, para citar alguns, que trabalharam até o fim da vida ou receberam uma insignificante aposentadoria? Eles ajudaram a construir esta nação também!!!

Os atletas que defenderam as seleções brasileiras campeãs mundiais de 58, 62 e 70 receberão, cada um, o prêmio especial de 100 mil reais, além de uma pensão mensal paga pelo INSS. O benefício está previsto na Lei Geral da Copa. No caso daqueles que morreram, as famílias serão agraciadas.

Tostão, tri em 70, hoje comentarista, já avisou que vai abrir mão do prêmio.

Os jogadores que participaram das três Copas são:

1958 (Suécia) – Gilmar, Djalma Santos, Bellini, Orlando (falecido), Nilton Santos, Zito, Didi (falecido), Garrincha (falecido), Vavá (falecido), Pelé, Zagallo, Castilho (falecido), Dino, Moacir, Zózimo (falecido), Mauro (falecido), De Sordi, Oreco (falecido), Joel, Mazzola, Dida (falecido) e Pepe.

1962 (Chile) – Gilmar, Djalma Santos, Mauro, Bellini, Nílton Santos, Zito, Didi (falecido), Garrincha (falecido), Pelé, Zagallo, Vavá (falecido), Amarildo, Castilho (falecido), Jair Marinho, Altair (falecido), Zózimo (falecido), Jurandir (falecido), Zequinha, Mengálvio, Jair da Costa, Coutinho e Pepe.

1970 (México) – Félix (falecido), Carlos Alberto Torres, Brito, Piazza, Everaldo (falecido), Clodoaldo, Gérson, Jairzinho, Tostão, Pelé, Rivelino, Ado, Leão, Zé Maria, Marco Antônio, Baldochi, Fontana (falecido), Joel Camargo, Dario, Roberto Miranda, Paulo César Caju e Edu.

20121220-165837.jpg
Paulo Maluf recebe os tricampeões do mundo em 1970

20121220-165936.jpg
Fusca: presente do prefeito paulistano gerou polêmica